Home » Doutorado, Notícias

Polícia Civil de Minas realiza Operação Legalidade II: A maior de sua história

1 de dezembro de 2013 45 visualizações Nenhum Comentário Imprimir este artigo Imprimir este artigo

IMG_1015

A ação denominada Legalidade II, realizada nesta quarta-feira (27) pela Polícia Civil de Minas Gerais resultou na prisão de 479 pessoas, entre eles 33 adolescentes apreendidos, superando a primeira versão da operação, realizada em maio deste ano, quando foram presos 364 suspeitos. As abordagens policiais ocorreram simultaneamente em outros estados brasileiros. Em Minas, o saldo foi de 40 armas apreendidas, além de três quilos e 300 gramas de crack, nove quilos de maconha e quatro quilos e meio de cocaína. Minas Gerais foi o segundo estado brasileiro que mais prendeu. São Paulo liderou o ranking, com 2.510 prisões. Em terceiro lugar ficou o Mato Grosso do Sul, com 140 prisões e em quarto o Rio de Janeiro, com 66 prisões. Os dados foram divulgados agora a pouco pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia (Concpc).

Somente no Departamento de Montes Claros foram presos 14 adultos e apreendido um adolescente. Na região de Juiz de Fora foram presos 17 adultos e apreendidos cinco adolescentes. Em Uberaba, o saldo foi de 39 adultos presos. Em Uberlândia, foram presos 30 adultos e apreendidos três jovens. Em Patos de Minas, quatro adultos foram presos e um adolescente apreendido. Na região de Montes Claros, o saldo foi de 14 presos e dois adolescentes apreendidos. Em Ipatinga e região, foram presos 47 adultos e apreendidos 11 jovens. Em Curvelo e região, 64 adultos foram presos e um adolescente apreendido. Em Teófilo Otoni, 16 pessoas foram presas. Em Unaí, 15 adultos foram presos e um adolescente apreendido. Em Poços de Caldas, os policiais prenderam seis pessoas. Na região de Lavras, 17 pessoas foram presas. Em Divinópolis e imediações, os policiais prenderam 20 adultos. Na região de Governador Valadares foram presos 21 adultos e apreendido um adolescente.

A Legalidade II faz como parte da Operação Mais Segurança, que começou no dia 18 e vai até 31 de dezembro em todo o território mineiro. Cerca de dois mil policiais estão mobilizados na ação de hoje, com envolvimento de 600 viaturas e dos 18 departamentos territoriais da PCMG, além dos outros quatro departamentos que reúnem as delegacias especializadas de Antidrogas, Homicídios, de Patrimônio e de Orientação e Proteção à Família.

Somente pela Divisão de Operações Especiais (Deoesp) foram apreendidos 8 quilos de maconha. Em Juiz de Fora, na Zona da Mata, a polícia localizou dois quilos de crack e efetuou a prisão de um traficante de Rondônia. No Departamento de Investigação de Crimes contra o Patrimônio foram presos os responsáveis por dois laboratórios de produção de CDs piratas. Um dos envolvidos é chinês e será conduzido à Polícia Federal.

Segundo o superintendente de Investigação e Polícia Judiciária, Jeferson Botelho, as ações tem foco nas quadrilhas de tráfico de drogas, uso de explosivo em caixas eletrônicos, roubos de cargas e homicídios, mas não se limitam apenas ao ato de prender suspeitos, pois são planejadas com pelo menos cinco dias de antecedência, envolvendo, sobretudo, os setores de inteligência e de logística da polícia.

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+

Deixe um comentário!

Faça seu comentário abaixo, ou um trackback do seu site. Você também pode se cadastrar nesses comentários via RSS.

Seja simpático. Permaneça no assunto. Não faça spam.

Você pode usar essas tags HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O Gravatar está ativado. Para ter sua imagem nos comentários, registre-se no Gravatar.