Home » Geral

Governador de MS autoriza policiais a “atirar no peito de bandidos”

8 de dezembro de 2008 1.577 visualizações 1 Comentario Imprimir este artigo Imprimir este artigo

Governador de MS autoriza policiais a "atirar no peito de bandidos"

Eduardo Penedo
Do UOL Notícias
Em Campo Grande (MS)

 

O governador de Mato Grosso do Sul André Puccinelli (PMDB) afirmou na manhã deste sábado (6/12) que os policiais militares são treinados para matar bandidos. "Os policiais estão autorizados a atirar no peito de quem tem passagem", afirmou o governador durante cerimônia de lançamento da Operação Feliz Cidade, onde foram entregues 1.500 pistolas calibre 40 para os policiais militares. O evento ocorreu na manhã de sábado, na praça do Radio, região central de Campo Grande. André Puccinelli já havia feito essa afirmação no inicio do ano quando ocorreu uma rebelião na Colônia Penal Agrícola de Campo Grande. Na época ele disse que "os policiais podem disparar nos bandidos".

O governador orientou ainda os policiais que não é preciso cumprir "100% dos dizeres dos Direitos Humanos". "Mais de 90% da população, mesmo os cristãos católicos, exige que sejamos enérgicos com os bandidos". Puccinelli argumentou que é católico e mesmo assim a recomendação de atirar nos bandidos não contradiz a sua religião.

Em seguida, o governador completou: "Não estou incitando a dizimação dos bandidos. Mas a nossa PM deve ser enérgica". Segundo o governador, enquanto o policial atira na perna, o bandido já atira no peito sem se preocupar com a vida do outro. "A ordem é atirar. O policial tem o mesmo direito do bandido de acertar o alvo em cheio", reiterou.

Ele disse ainda que essa orientação de "tolerância zero" vem das conversas que ele tem em suas visitas pelo Estado. "A população exige que os policiais sejam mais enérgicos com os bandidos", enfatizou.

O secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, delegado da Polícia Federal Wantuir Jacini, colocou panos quentes na fala do governador e disse que não é necessário atirar no peito do bandido. "Ele (governador) pensa como médico, como cidadão. Não entende as questões técnicas", disse o secretário.

Para Wantuir Jacini, os policiais agem como manda a legislação no Código Penal. "Eles são treinados para proteger os direitos naturais à vida, à liberdade e à propriedade", disse. Sem infringir a lei, os policiais podem atirar em bandidos desde que seja para proteger tais direitos. "Os policiais estão autorizados pela lei a usarem a energia adequada a cada situação", explicou Jacini.

Tranqüilidade durante as compras
A Operação Feliz Cidade colocará mil alunos-soldados da PM nas ruas de Campo Grande e mais 12 municípios do interior. A operação pretende dar tranquilidade à população durante o período de compras de fim de ano, época em que os índices de criminalidade tendem a aumentar. O policiamento ostensivo vai até o dia 5 de janeiro.

Em Campo Grande serão empregados 370 alunos do Curso de Formação para Soldado PM, que vão dar suporte ao policiamento PB – dois policiais juntos fazendo a vigilancia. Outros 630 alunos serão empregados no policiamento ostensivo em Coxim, Ponta Porã, Dourados, Aquidauana, Bonito, Maracaju, Rio Brilhante, Fátima do Sul, Jardim, Três Lagoas, Nova Andradina e Paranaíba. Além do policiamento na área central da capital, de acordo com a Polícia Militar, o trabalho também será realizado nas avenidas Júlio de Castilho, Zahran, Bandeirantes e avenida Coronel Antonino. Também será intensificada a segurança nas áreas comerciais dos principais bairros de Campo Grande, como as Moreninhas, pelos batalhões da PM de cada região.

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+

1 Comentario »

  • Claudionor T. S. Neto (Netto) disse:

    Prf. Jeferson,

    Venho neste simplesmente por uma questão de apreço que adquiri num contato que tivemos numa pelestra na Faculdade onde estudo(CESESB-FACISA).
    Sua matéria no que diz respeito à questão de “atirar no peito dos bandidos” segundo André Puccinelli, me chamou muito a atenção porque envolve muitas questões de categoria religiosa, política, racial, dentre tantas. Há, no que se refere a atirar nos bandidos, opiniões diversas muitas vezes confrontando até com principios ou fundamentos constitucionais. Entretanto, a criminalidade, a bandidagem, a corrupção tem aflingido tanto as famílias de bem em nosso país, que são atitudes como esta que devem ser aderidas por nossa união (capitalísta) que transgridem tantos outros princípios, desde quendo deveriam pensar, criar e desenvolver projetos como este para inibir com mais firmeza e efetividade a atuação de criminosos.

    Passarei a ser um leitor mais assiduo de suas matérias.

Deixe um comentário!

Faça seu comentário abaixo, ou um trackback do seu site. Você também pode se cadastrar nesses comentários via RSS.

Seja simpático. Permaneça no assunto. Não faça spam.

Você pode usar essas tags HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O Gravatar está ativado. Para ter sua imagem nos comentários, registre-se no Gravatar.