Home » Geral, Informações Anti-drogas

É PRECISO FICAR ATENTO: ECSTASY INVADE A CIDADE.

12 de fevereiro de 2007 1.801 visualizações 5 Comentários Imprimir este artigo Imprimir este artigo

É PRECISO FICAR ATENTO: ECSTASY INVADE A CIDADE.

Professor Jéferson Botelho

 

A DROGA É UM MUNDO FALSO, IRREAL E DISTANTE. APRENDA A VIVER NO SEU MUNDO.
( Frase construída pelo excelente Agente de Polícia Civil, ZELY LUIZ Divisão de Tóxicos de Teófilo Otoni-MG )

Não gostaria de assustar a ninguém. Mais preciso escrever algumas palavras sinceras…
Hoje, dirijo-me aos pais de família desta cidade de Teófilo Otoni-MG, para informar a todos eles da necessidade de se orientar e acompanhar seus filhos, principalmente durante nas saídas de finais de semana. É preciso saber com quem os jovens estão saindo, onde estão indo, o que estão fazendo, pois atualmente uma nova droga, o ecstasy, tem sido distribuída na cidade, com muita freqüência, durante a realização de festas populares. Digo nova droga, porque antes a maconha, o crack e até a cocaína eram as substâncias mais apreendidas pela Polícia aqui na cidade. Agora, pode-se perceber que alguns fatos graves têm sido registrados pela Polícia, mormente com a incidência de ecstasy, com históricos impressionantes. É preocupante, sim, daí a necessidade da participação da família nesse projeto de combate ao uso e tráfico ilícito de drogas. É preciso do apoio de toda sociedade organizada, a começar pela família, que exerce função preponderante nesse aspecto, para que possamos evitar que violência continue a crescer na cidade.

A droga tem sido o oxigênio que aquece a criminalidade, e é um fator de risco para todo mundo. Um drogado na família pode significar a morte da paz, da tranqüilidade. O primeiro sintoma da decadência familiar é a doença da co-dependência: a família entra em desespero e não consegue mais trabalhar, não consegue mais viver… Temos uma função típica de repressão ao tráfico ilícito de drogas, mas de outro lado, é uma atividade nobre a participação nossa na prevenção, pois quanto mais consciente for uma sociedade, mais livremente as pessoas viverão num contexto de solidariedade e fraternidade, pois somos uma única fonte de riqueza, de sabedoria, e por isso, devemos abraçar uns aos outros para que formemos um verdadeiro escudo protetor contra os males que atormentam nossas vidas.

AME MAIS, POIS SÓ A AMOR É CAPAZ DE CONSTRUIR, DE EDIFICAR…..

Passamos agora algumas informações acerca de algumas drogas mais comuns:Maconha Em geral, utilizada por deprimidos ou tímidos, é a droga dos iniciantes. Anestesia o cérebro e provoca estados alucinatórios que distorcem a realidade. Tem como característica básica a quebra do senso de tempo e espaço, o que se comprova até ao assistir um programa de TV, com alteração nas cores e nos sons. Provoca sérias dificuldades no desempenho de tarefas que exigem atenção, como dirigir. Definitivamente, não é uma substância natural, sem efeitos nocivos ao organismo: é mais tóxica do que o cigarro e 22 vezes mais nociva hoje do que a fumada na década de 60. A longo prazo, produz alterações hormonais e infertilidade masculina (diminui em 25% a produção de espermatozóides).

Cocaína Em forma de pó, tem efeito rápido (de dois a três minutos depois de aspirada). É a droga dos extrovertidos e hiperativos, dando ao usuário uma falsa impressão de poder e onipotência. Mas, passado o efeito, provoca uma disforia (queda) duas vezes maior do que a euforia, o que induz ao consumo compulsivo e progressivo. Pode produzir danos irreversíveis ao cérebro, pois a cada tragada destrói vários neurônios, chegando ao ponto de diminuir o volume da massa encefálica, além de vários pontos negros. Em geral, o dependente de cocaína perde o senso crítico e pode tornar-se uma personalidade perversa, caminho para o quadro psicótico, com alucinações e delírios de perseguição diante de qualquer situação negativa, sente raiva e procura a droga como saída. Na área sexual, provoca impotência no homem e frigidez na mulher, além de trazer riscos de deformação do feto na gravidez de mulheres dependentes.
O ataque cardíaco induzido pela cocaína é o resultado de uma violenta contração das artérias, e não apenas devido à excessiva demanda de oxigênio, como se pensava até agora. Esta foi uma das conclusões de uma pesquisa realizada na Universidade de Munique, na Alemanha, coordenada pelo médico Rainer Arendt.

Crack Derivado da cocaína, em forma de pedra, para ser fumado em cachimbo. Dez vezes mais forte que a cocaína, logo nas primeiras tragadas destrói estruturas nobres dos pulmões, podendo levar a uma bronquite crônica em seis meses. A partir daí, os alvéolos pulmonares podem se cristalizar e a base dos pulmões, petrificada, adquirir o aspecto de um coral bruto. Em dois anos, no máximo, o dependente perde a capacidade de respirar e morre. Esta droga vicia rapidamente e causa grande compulsão. Já na primeira tragada, provoca um violento impacto no cérebro, com espasmos musculares que dão início a uma sensação terrível, chamada fissura. Em seguida, vem um estado de depressão insuportável que leva o dependente a consumir várias pedras de crack em seguida, até não ter mais forças de sair do lugar.

Haxixe Por enquanto, só consumido em São Paulo. É uma erva parecida com a maconha, mas com efeitos potencializados. Causa tantos estragos à saúde quanto a maconha.

Heroína O ópio retirado da papoula ao ser beneficiado desdobra-se em morfina e heroína, drogas que também causam dependência. No primeiro estágio, a heroína é aspirada e, depois, diluída em soro fisiológico para ser aplicada na forma de injeção subcutânea e, finalmente, sob a forma endovenosa, injetada às vezes, até na carótida. Causa violenta dependência e danos cerebrais irreversíveis, levando rapidamente a um quadro psicótico. O índice de recuperação não vai além dos 14%, segundo estudos americanos. Felizmente, devido ao seu altíssimo custo, não é consumida em larga escala no Brasil.

Ecstasy Conhecida também como êxtase ou pílula do amor, é uma droga relativamente nova, cujos efeitos e danos à saúde ainda não foram bem pesquisados. Sabe-se que sua fórmula (metilenedioxometaanfetamina) já carrega as conseqüências perigosas da anfetamina e que um de seus ingredientes corresponde ao antigo Pervitin, vendido como inibidor de apetite, mas utilizado pelos hippies na década de 60 para que ficassem ligados, sem sono e cansaço e com maior fluência verbal. Seus usuários, em geral, já utilizaram outros tipos de droga e procuram no Ecstasy maior ampliação dos sentidos com grande excitação sexual e inquietação motora, por isso é bastante consumida em festas e discotecas. Devido ao grande desgaste muscular que causa, acaba exigindo enorme reposição de água para o organismo um usuário morreu de parada cardíaca depois de uma noite de êxtase e dança, em que bebeu cerca de 16 litros de água.

Solventes Cola, gasolina, éter, acetona, entre outros produtos químicos, são de fácil acesso e relativamente baratos, por isso costumam ser drogas de iniciação. Inalados pela boca (já que muitos produtos são corrosivos e queimam a cartilagem nasal), provocam sensação de torpor, às vezes seguida de desmaio e até parada cardíaca. Para as crianças de rua, costuma ser uma válvula de escape, uma anestesia, forma de esquecer a fome, o frio e o abandono. Causa danos cerebrais gravíssimos e leva à morte por parada respiratória e cardíaca.

LSD É o ácido lisérgico, muito consumido por artistas nas décadas de 60 e 70. Seu uso produz longa alucinação, ainda que não desperte compulsão, mas causa danos cerebrais graves, atingindo áreas chamadas sinapses, que formam as ligações entre os neurônios.

Chá de cogumelo Mais utilizado nas zonas rurais, já que é facilmente cultivado no campo e a planta tem ótimo desenvolvimento quando adubada com esterco de boi. Provoca um tipo de viagem semelhante à do LSD, porém mais curta e angustiante, com alucinações terríveis. Pode levar a um quadro psicótico.

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+

5 Comentarios »

  • Talita disse:

    Dr. Jeferson,
    Visitei seu site e achei uma otima ideia, informativo e educativo tambem. Parabens por mais este empreendimento! rsrs!
    Abraço
    Talita

  • Adriane disse:

    Tenho visitado sempre o seu site e vejo com bons olhos as sua informações. Sou Teofilotonense, morando atualmente em BH, porém com família e filho residentes em T.O e fico mais tranqüila sabendo que essas tamém são preocupações suas e dos seus comandados. Prarabéns pelo site e pelas palavras de alerta.

  • janaina disse:

    Mestre, orgulho de ter o privilégio de presenciar o trabalho realizado, não só de repressão mas de prevenção a criminalidade, protegendo nossa sociedade com tamanha dedicação.

    Parabéns Equipe JB!

    Abraço.

  • leo disse:

    ja usei mas ñ gostei e ja vi morrerem por causa do extasy isso deve acabar

  • criticadora de comentarios e de moda disse:

    adorei o comentario de todos bastante pensativo

Deixe um comentário!

Faça seu comentário abaixo, ou um trackback do seu site. Você também pode se cadastrar nesses comentários via RSS.

Seja simpático. Permaneça no assunto. Não faça spam.

Você pode usar essas tags HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O Gravatar está ativado. Para ter sua imagem nos comentários, registre-se no Gravatar.