Home » Geral

DELEGADO VISITA POLÍCIA FEDERAL ARGENTINA

6 de agosto de 2008 2.485 visualizações 2 Comentários Imprimir este artigo Imprimir este artigo

O Delegado de Polícia Civil, Dr. Jeferson Botelho, atualmente Titular da Divisão de Tóxicos e Entorpecentes, em Teófilo Otoni-MG, visitou a División Prevención Social de las Toxicomanias, da Polícia Federal Argentina, visando colher informações sobre sua tese monográfica de doutorado na área de combate ao narcotráfico e dependentes de drogas, estabelecendo um minucioso estudo comparado na repressão ao tráfico e uso ilícitos de estupefacientes.
Na oportunidade, a autoridade Policial conheceu as principais drogas ilícitas apreendidas na argentina, a estrutura hierárquica da Polícia Federal, as funções pertinentes e todo aparato normativo respeitante às drogas perigosas, mormente a Lei 23.737/89 que define as disposições de combate ao narcotráfico no país.
O que chamou a atenção da autoridade foi saber que a Polícia Federal Argentina é uma Instituição pioneira na prevenção de toxicomanias com mais de trinta anos de trabalho ininterruptos, sendo a primeira polícia do mundo a criar uma dependência específica para difusão preventiva, um verdadeiro paradigma a ser seguido.
Mais o que chamou a atenção foi a nova droga muito usada por dependentes na Argentina, conhecida por “Paco”, uma substância feita a base de resina de cocaína com misturas diversas, diferente do crack, o que preocupa a sociedade mundial, considerando que a droga tem sido um problema que causa grandes perdas sociais, daí a necessidade de união de forças nas Nações com vista a minimizar esse mal que assola a humanidade.
O Delegado foi presenteado com um Manual Policial de La Toxicomanía, que contém informações gerais sobre o panorama histórico das drogas, processos de câmbio e enfoque situacional Del país y Del âmbito internacional.

Esse intercâmbio de informações é muito importante para o aperfeiçoamento das Instituições policiais no enfrentamento ao crime organizado, mormente ao tráfico de drogas, aliás essa é uma recomendação da Convenção de Viena, assinalou o Delegado Botelho.

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+

2 Comentarios »

  • Gean Quintão disse:

    Excelente a abordagem da súmula vinculante de número-11 editada pelo STF.

    Enfim um Operador do Direito comprometido com os direitos fundamentais, estes tão assegurados pela carta de 88.

    Um abraço Doutor

  • Thennille disse:

    Será que somos parentes???
    Me Chamo Thennille Maria da Silva Botelho.
    Sou do interior do Rio de Janeiro…

Deixe um comentário!

Faça seu comentário abaixo, ou um trackback do seu site. Você também pode se cadastrar nesses comentários via RSS.

Seja simpático. Permaneça no assunto. Não faça spam.

Você pode usar essas tags HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O Gravatar está ativado. Para ter sua imagem nos comentários, registre-se no Gravatar.