Home » Manchete, Notícias

CRIME ORGANIZADO: UMA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL PARA REPRESSÃO

12 de fevereiro de 2009 1.997 visualizações 2 Comentários Imprimir este artigo Imprimir este artigo

Por Jeferson Botelho
Buenos Aires.

drs2

Nesta terça-feira, dia 10 de fevereiro de 2009, às 19h00min, no auditório da UMSA (Universidad Del Museo Social Argentino), o Professor Eugênio Raul Zaffaroni, Ministro da Suprema Corte Argentina, ministrou uma magna aula sobre Crime Organizado, uma cooperação internacional para sua repressão.

O evento aconteceu no auditório da Universidade, e contou com a participação de alunos do Curso de doutorado em Ciências Jurídicas e Sociais da UMSA, juristas da Argentina e demais profissionais da área.

O renomado jurista deu iniciou a sua palestra falando sobre a origem das grandes organizações criminosas- formadas em Chicago na década de 30- e expôs seu conceito do termo, enfatizando firme pensamento de que se trata de uma categorização frustrada portadora de um conceito fútil, uma associação de pessoas geralmente voltada para a prática de tráfico de drogas, seqüestros, tráfico de armas, lavagem de dinheiro e outros.

O tráfico ilícito de drogas, o genocídio e o terrorismo foram temas de maior citação durante a exposição do jurista. 

Jeferson Botelho é Delegado de Polícia Civil em Minas Gerais, Professor de Direito Penal e Processo Penal, doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del Museo Social Argentino – Buenos Aires – Argentina.

dr-zafaroni-e-dr-jeferson

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+

2 Comentarios »

  • Rodrigo disse:

    Parabéns Doutor, sucesso para você!

    Romanos 13
    1 ¶ Toda a alma esteja sujeita às potestades superiores; porque não há potestade que não venha de Deus; e as potestades que há foram ordenadas por Deus.
    2 Por isso quem resiste à potestade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação.
    3 Porque os magistrados não são terror para as boas obras, mas para as más. Queres tu, pois, não temer a potestade? Faze o bem, e terás louvor dela.
    4 Porque ela é ministro de Deus para teu bem. Mas, se fizeres o mal, teme, pois não traz debalde a espada; porque é ministro de Deus, e vingador para castigar o que faz o mal.
    5 Portanto é necessário que lhe estejais sujeitos, não somente pelo castigo, mas também pela consciência.
    6 Por esta razão também pagais tributos, porque são ministros de Deus, atendendo sempre a isto mesmo.
    7 ¶ Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra.

  • Daniella Cristiane Rodrigues disse:

    Interessantíssima a palestra do mestre Zaffaroni sobre o crime organizado. Com a inteligência que lhe é peculiar, nos alertou para a existência de um casamento indissolúvel entre o crime organizado e a corrupção nas instituições públicas.

Deixe um comentário!

Faça seu comentário abaixo, ou um trackback do seu site. Você também pode se cadastrar nesses comentários via RSS.

Seja simpático. Permaneça no assunto. Não faça spam.

Você pode usar essas tags HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O Gravatar está ativado. Para ter sua imagem nos comentários, registre-se no Gravatar.