Home » Artigos Jurídicos, Palestras

AGENTES DE TRÂNSITO E TRANSPORTE DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TEÓFILO OTONI-MG

2 de julho de 2007 2.467 visualizações 2 Comentários Imprimir este artigo Imprimir este artigo

ASPECTOS GERAIS DE DIREITO PENAL

CURSO DE TREINAMENTO: 2007

AGENTES DE TRÂNSITO E TRANSPORTE DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TEÓFILO OTONI-MG

Professor Jéferson Botelho

  • Professor de Direito Processual Penal I da Faculdade de Direito de Teófilo Otoni-MG;
  • Professor de Direito Penal I e III da Faculdade de Direito de Teófilo Otoni-MG;
  • Professor de Instituições de Direito Público e Privado da Faculdade de Administração de Teófilo Otoni/MG;
  • Pós Graduado em Direito Penal  e Processual Penal pela Faculdade de Direito do Vale do Rio Doce;
  • Delegado de Polícia – Titular da Divisão de Tóxicos e Entorpecentes de Teófilo Otoni-MG

                                        Inicialmente, gostaria de parabenizar a todos os agentes de trânsito e transporte da Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni-MG, pela aprovação no certame, indubitavelmente uma conquista pessoal, digna de elogios, e, sobretudo, com a árdua missão de contribuir para promoção da harmonização das regras de Trânsito, visando construir uma sociedade mais livre, fraterna e justa. Agradeço a indicação do nosso nome para ministrar o Módulo acerca de Matéria Criminal, convite através do Ofício nº 005/2007. Sem a pretensão de esgotar assunto de profunda riqueza, abordaremos, de forma perfunctória alguns aspectos jurídicos importantes para desempenho da nobre função de agentes de trânsito, enfatizando a figura do agente público como sujeito ativo e passivo na relação de direito, passando pela noção sobre Administração Pública, suas espécies, e  princípios que lhe dão sustentação como fundamento e alicerce de um sistema, apresentando de relevo, as figuras criminosas tipificadas no Código Penal Brasileiro, mormente aquelas praticadas pelo funcionário público, assim definido no artigo 327 do Estatuto Penal, contra a Administração Pública em Geral, artigos 321 a 326, e os delitos praticados pelos particulares contra a Administração Pública, artigos 328 a 337 do mesmo Diploma Legal. Os crimes de abuso de autoridade, artigos 3º e 4º da Lei 4898/65 também serão lembrados, além dos crimes de trânsito, plasmados nos artigos 302 a 312 da Lei 9.503/97.  Espero contribuir para a formação de cada um, e que tenhamos um trânsito muito mais próspero, proporcionando segurança efetiva aos usuários.           

Clique aqui para obter o inteiro teor do roteiro da aula ministrada.

Trânsito

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+

2 Comentarios »

  • JOVENNIU LEITE DOS SANTOS disse:

    Os Agentes de Transito da PMTO é um mais um excelente meio de regularizar o tráfego de veículos do centro da cidade, porém, percebe-se que a quantidade de agentes é inferior à demanda, seria necessário dobrar o número de pessoas para o exercício desta função.

    Jovenniu Leite dos Santos
    AcadÊmico de Direito

  • paulo henrique guimarães disse:

    Acredito que o número de agentes em Teófilo Otoni não é tão insuficiente assim, uma vez que a PM tem policiais no pelotão de trânsito. O que falta é o comprometimento da prefeitura em restaurar a sinalização horizontal na região urbana.
    Paulo Henrique Guimarães
    Acadêmico de Ciências Econômicas- UFVJM

Deixe um comentário!

Faça seu comentário abaixo, ou um trackback do seu site. Você também pode se cadastrar nesses comentários via RSS.

Seja simpático. Permaneça no assunto. Não faça spam.

Você pode usar essas tags HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O Gravatar está ativado. Para ter sua imagem nos comentários, registre-se no Gravatar.